Biblioteca

 

TRANSPORTE

.

ANFAVEA

ANUÁRIO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA BRASILEIRA

Relatório das atividades da indústria automobilística voltadas ao comércio exterior.

 

ANTP

TRANSPORTE E MEIO AMBIENTE NO BRASIL

A partir da década de 1990, os operadores privados de transporte e suas associações e a sociedade civil como um todo começaram a gerar propostas e ações de redução dos impactos ambientais negativos do transporte.

 

ANTT

ANUÁRIOS ESTATÍSTICOS

Anuários Estatísticos relativos aos dados dos anos de 1998 a 2000, elaborados pelo Departamento de Transporte Rodoviário - DTR vinculado à Secretaria de Transportes Terrestres do Ministério dos Transportes

Anuários Estatísticos relativos aos dados colhidos entre os anos de 2001 a 2007 sobre o desempenho do Transporte Rodoviário Interestadual e Internacional Coletivo de Passageiros, elaborados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres - ANTT.

 

ANUÁRIO 2008

ANUÁRIO 2007 - ANO BASE 2006

 

ANUÁRIO 2005 - ANO BASE 2004

ANUÁRIO 2004 - ANO BASE 2003

ANUÁRIO 2003 - ANO BASE 2002

ANUÁRIO 2002 - ANO BASE 2001

ANUÁRIO 2001 - ANO BASE 2000

ANUÁRIO 2000 - ANO BASE 1999

ANUÁRIO 1999 - ANO BASE 1998

 ANUÁRIO ESTATÍSTICO DOS TRANSPORTES – AETT/ 2009

Anuário Estatístico dos transportes – AETT/ 2009

http://www.antt.gov.br/index.php/content/view/10868/Ano_2009.html

Documento que visa a resgatar a divulgação de informações sobre transportes terrestres, relativas aos anos de 2004 a 2008.

 

RELATÓRIOS ANUAIS ANTT

Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT através dos Relatórios anuais faz um balanço de sua atuação junto ao setor regulado. E é mais uma forma de dar transparência aos atos de gestão.

 

RELATÓRIO 2010

 RELATÓRIO 2009

http://www.antt.gov.br/html/objects/_downloadblob.php?cod_blob=323

 

 RELATÓRIO 2008

http://www.antt.gov.br/html/objects/_downloadblob.php?cod_blob=324

 

RELATÓRIO 2007

http://www.antt.gov.br/html/objects/_downloadblob.php?cod_blob=321

 

RELATÓRIO 2006

http://www.antt.gov.br/html/objects/_downloadblob.php?cod_blob=322 

 

BIBLIOTECA DIGITAL DA CÂMARA

A CIDE E O FINANCIAMENTO DO SETOR FEDERAL DE TRANSPORTES

Financiamento, investimentos públicos federal no setor transportes em 2003.

  

BNDES

A PRIVATIZAÇÃO NO BRASIL: PRIVATIZAÇÃO DO SETOR DE TRANSPORTES NO BRASIL

Aborda a privatização e reestruturação do setor elétrico na Inglaterra, uma das últimas ocorridas na era Thatcher, com objetivo de promover um setor mais competitivo, eliminando monopólio nos seguimentos de geração e de fornecimento.

 

TRANSPORTE E ENERGIA NA DÉCADA DE 90

Análise do potencial de racionalização do consumo de energia no setor de transportes, para carga e para o transporte de passageiros.

 

CÂMARA

O APAGÃO NOS TRANSPORTES

Discurso proferido pelo Deputado Eliseu Padilha, na sessão plenária sobre um “apagão” no setor do Transporte.

 

CNI

AGENDA MÍNIMA PARA A INFRA-ESTRUTURA - 2005

Elaborado em conjunto com as confederações empresariais, a Agenda Mínima para a Infraestrutura apresenta problemas, soluções e uma proposta de programa de obras emergenciais, com foco no setor de transportes.

 

INVESTIMENTOS DA UNIÃO EM TRANSPORTES - UMA ANÁLISE DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DO MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES EM 2005

Analisa os investimentos do Ministério dos Transportes em programas no ano de 2005, quando o volume de recursos orçados foi o maior em mais de uma década. Destaca que os investimentos foram destinados majoritariamente ao setor rodoviário, em projetos de adequação e restauração da malha viária.

 

PORTOS E TRANSPORTES

A participação do setor privado em obras de infraestrutura – viabilizada nos anos 90 a partir de um novo modelo de gestão – melhorou a qualidade de estradas e ferrovias nacionais. Recentemente, a instituição das Parcerias Público-Privadas (PPPs) e o lançamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) criaram expectativas de ampliação dos investimentos em todo o setor.

 

CNT

ATLAS DO TRANSPORTE

A Atlas do Transporte apresenta informações sobre o sistema de transporte do País e mapas de distribuição espacial da rede.

 

PESQUISA CNT/COPPEAD

A pesquisa CNT/COPPEAD realizada em parceria com o Centro de Logística da  COPPEAD/UFRJ apresenta um amplo levantamento sobre o transporte de Cargas e de Passageiros no País.

 

TRANSPORTE DE CARGAS NO BRASIL

 

TRANSPORTE DE PASSAGEIROS

 

PESQUISA MUNDIAL

Amplo levantamento da posição política e econômica do Brasil em relação ao resto o mundo.

  

PLANO CNT DE TRANSPORTE E LOGÍSTICA

Informações detalhadas sobre necessidades de investimentos em infraestrutura de transporte.

 

CRT

RIMA - RELATÓRIO DE IMPACTO AMBIENTAL

Relatório de Impacto Ambiental – RIMA, apresenta o Estudo de Impacto Ambiental – EIA, que se refere à implementação de melhorias na Rodovia BR-116, a BR-040 e a BR-393.

 

DNIT

BREVE HISTÓRICO SOBRE A EVOLUÇÃO DO PLANEJAMENTO NACIONAL DE TRANSPORTES

Histórico sobre a evolução do planejamento nacional de transportes.

 

MAPAS MULTIMODAIS

Relações de mapas multimodais dos estados brasileiros.

 

ACRE (AC)

 

ALAGOAS (AL)

 

AMAPÁ

 

DISTRITO FEDERAL (DF)

 

ESPÍRITO SANTO (ES)

 

GOIÁS

 

MATO GROSSO DO SUL (MS)

 

PARAÍBA (PB)

 

PARANÁ (PR)

 

PERNAMBUCO

 

PIAUÍ (PI)

 

RIO DE JANEIRO (RJ)

 

RIO GRANDE DO NORTE (RN)

 

RONDÔNIA (RO)

 

RORAIMA (RR)

 

SANTA CATARINA (SC)

 

SÃO PAULO

 

SERGIPE (SE)

 

TOCANTINS (TO)

 

PRODEFENSAS – ANEXO I

O Programa de Defensas Metálicas apresenta uma alternativa inovadora para reabilitação das lâminas de defensas danificadas por colisões de veículos.

 

CONJUNTO DE PROJETOS TIPO

 

DISPOSIÇÕES GERAIS

 

FENABRAVE

ANUÁRIO DA DISTRIBUIÇÃO DE VEÍCULOS - 2010

Anuário da FENABRAVE ano de 2010 do Setor da Distribuição de Veículos que fornece ao mercado o retrato analítico, lastreado em dados de emplacamentos e avaliação técnica.

 

ANUÁRIO DA DISTRIBUIÇÃO DE VEÍCULOS – 2009

Anuário da FENABRAVE ano de 2009 do Setor da Distribuição de Veículos que fornece ao mercado o retrato analítico, lastreado em dados de emplacamentos e avaliação técnica.

 

FETRANSPOR

SELO VERDE; V.5 - 2010

Disponibiliza às empresas operadoras associadas à FETRANSPOR, através de seus sindicatos, serviços ambientais gratuitos, garantindo atendimento à legislação ambiental estadual e reduzir a emissão de gases poluentes, mas também a diminuir o consumo de combustível e os custos operacionais.

 

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES (PAC)

DIRETRIZES DO PAC PARA A EXPANSÃO E MELHORAMENTOS DAS RODOVIAS, FERROVIAS, HIDROVIAS, FERROVIAS, HIDROVIAS E PARA UM MELHOR APROVEITAMENTO DOS SERVIÇOS DA MARINHA MERCANTE 

RODOVIAS

 

FERROVIAS

 

HIDROVIAS

 

MARINHA MERCANTE

PNLT - PLANO NACIONAL DE LOGÍSTICA E TRANSPORTES

Representa uma retomada ao processo de planejamento na área de Transportes, de modo que o setor possa contribuir para alcançar as metas econômicas sociais e ecológicas nacionais.

 

RELATÓRIO EXECUTIVO 2009

 

RELATÓRIOS – CARACTERIZAÇÃO DE OFERTA

 

RELATÓRIOS – AJUSTE DA MACROECONOMIA E MODELAGEM

 

RELATÓRIOS – MANUAIS PERENIZAÇÃO

 

RELATÓRIOS – PUBLICAÇÃO INTERNET

 

RELATÓRIOS – MECANISMOS INSTITUCIONAIS

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO PLANO PLURIANUAL 2008-2011

Avaliação dos Objetivos Setoriais e dos Programas de responsabilidade dos órgãos do Governo Federal. O trabalho é resultado das atividades realizadas em conjunto com gerentes dos programas e equipes técnicas no âmbito dos órgãos responsáveis por programas de Governo, que são integrantes das Subsecretarias de Planejamento, Orçamento e Gestão - SPOA, das Unidades de Monitoramento e Avaliação - UMAs e das Secretarias Executivas.

 

CADERNO SETORIAL DE AVALIAÇÃO - ANO BASE 2010.

CADERNO SETORIAL DE AVALIAÇÃO - ANO BASE 2009

CADERNO SETORIAL DE AVALIAÇÃO - ANO BASE 2008

 

RELATÓRIO DE GESTÃO DA SECRETARIA DE POLÍTICA NACIONAL DE TRANSPORTES

Relatório dos programas, informações de desempenho operacional; previdência complementar por renúncia fiscal; e operações de fundos da Secretaria de Política Nacional dos Transportes.

 

RELATÓRIO DE GESTÃO DA SECRETARIA DE POLÍTICA NACIONAL DE TRANSPORTES – 2009

 

RELATÓRIO DE GESTÃO DA SECRETARIA DE POLÍTICA NACIONAL DE TRANSPORTES - 2007

 

RELATÓRIO DE GESTÃO DA SECRETARIA DE FOMENTO PARA AÇÕES DE TRANSPORTES - 2009

RELATÓRIO DE GESTÃO DA SECRETARIA DE FOMENTO PARA AÇÕES DE TRANSPORTES - 2008

RELATÓRIO DE GESTÃO DA SECRETARIA DE FOMENTO PARA AÇÕES DE TRANSPORTES - 2007

    

RELATÓRIO DE GESTÃO DO GRUPO EXECUTIVO PARA A EXTINÇÃO DO DNER

Relatório de Gestão das atividades desenvolvidas pelo Grupo Executivo. Providências com vistas a solucionar as questões pendentes deixadas pelo extinto DNER.

 

RELATÓRIO DE GESTÃO DO GRUPO EXECUTIVO PARA A EXTINÇÃO DO DNER - 2009

RELATÓRIO DE GESTÃO DO GRUPO EXECUTIVO PARA A EXTINÇÃO DO DNER - 2008

RELATÓRIO DE GESTÃO DO GRUPO EXECUTIVO PARA A EXTINÇÃO DO DNER - 2007

 

RELATÓRIO DE GESTÃO DO GRUPO EXECUTIVO PARA A EXTINÇÃO DO DNER - 2005

Relatório de Gestão das atividades desenvolvidas pelo Grupo Executivo em 2005, e providências com vistas a solucionar questões pendentes deixadas pelo extinto DNER.

 

GEIPOT

RELATÓRIO DA GESTÃO – 2001

Este relatório descreve os resultados técnicos, administrativos e financeiros alcançados pelo GEIPOT durante o exercício de 2001.

 

SISTEMA DE INFORMAÇÕES DO ANUÁRIO ESTATÍSTICO DOS TRANSPORTES – 2000

Capta e apresenta a dinâmica do Setor Transportes por meio de informações agrupadas em séries históricas (1996-00) e, em relação a algumas informações, para o ano-base de 2000.

 

TRANSPORTES NA COOPERAÇÃO AMAZÔNICA

A cooperação brasileira com os países vizinhos da Amazônia continental configurando a facilitação dos transportes terrestres e aquaviários.

 

TRANSPORTES NOS ESTADOS - 2000

Características dos transportes de cada estado Brasileiro.

 

LUME

ALOCAÇÃO E MOVIMENTAÇÃO DE CONTÊINERES VAZIOS E CHEIOS: UM MODELO INTEGRADO E SUA APLICAÇÃO. (TESE)

Apresenta um modelo de rede integrado combinando realocação de contêineres vazios e operações de transbordo de contêineres cheios e vazios.

 

UMA ABORDAGEM DE RESOLUÇÃO INTEGRADA PARA OS PROBLEMAS DE ROTEIRIZAÇÃO E CARREGAMENTO DE VEÍCULOS. (TESE)

Tese com o objetivo de propor uma abordagem integrada de resolução para o problema de roteirização e carregamento de veículos onde, além das restrições de carregamento tridimensionais, as restrições de tempo de ciclo e distribuição de peso nos eixos são consideradas.

  

SCIELO

AVALIAÇÃO ECONÔMICA DE PROJETOS DE TRANSPORTE: MELHORES PRÁTICAS E RECOMENDAÇÕES PARA O BRASIL. (TESE)

Artigo com os resultados de uma investigação bibliográfica e documental sobre avaliação econômica de projetos, identificando o as melhores práticas internacionais nessa área, bem como os critérios atualmente adotados no Brasil. Faz recomendações para a melhoria das metodologias no Brasil, especialmente no que concerne à avaliação dos benefícios de segurança, economias de tempo e desenvolvimento social oriundos de projetos de infraestrutura de transporte.

 

UFRJ

OTIMIZAÇÃO DO TRANSPORTE E ESTOQUE NA EMPRESA (TESE)

Tese sobre logística do transporte e estoque em empresas voltadas ao comércio exterior.

 

USP

APLICAÇÃO DE UM MODELO BASEADO EM ATIVIDADES PARA ANÁLISE DA RELAÇÃO USO DO SOLO E TRANSPORTES NO CONTEXTO BRASILEIRO. (TESE)

Tese voltada para os temas análise da demanda por transportes, e as inter-relações entre características do uso do solo e transportes. Aplicação de um modelo baseado em atividades, e caracterizar a influência das características do uso do solo nas decisões individuais sobre quais atividades e viagens realizar.

 

BASES PARA UMA METODOLOGIA DE APOIO À DECISÃO PARA SERVIÇOS DE EDUCAÇÃO E SAÚDE SOB A ÓTICA DOS TRANSPORTES. (TESE)

Estudo sobre o desenvolvimento de uma ferramenta de análise espacial que auxilie o poder público no planejamento e na gestão dos serviços públicos de educação e saúde, no que concerne basicamente à melhor localização das unidades de atendimento e à melhor distribuição dos usuários, em vista de reduzir o custo de transporte.

 

ENSINO-APRENDIZAGEM EM UM CONTEXTO DINÂMICO - O CASO DE PLANEJAMENTO DE TRANSPORTES. (TESE)

Explora e avalia alternativas para adequação do processo de ensino-aprendizagem ao contexto de rápidas e constantes inovações hoje observadas, fazendo-se uso de recursos da hipermídia, fundamentada nos conceitos

 

UMA AVALIAÇÃO COMPARATIVA DE ALGUNS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA APLICADOS AOS TRANSPORTES. (TESE)

Comparação e análise de softwares aplicados aos transportes e conclusões.

 

UMA PROPOSTA DE CARREGAMENTO INCREMENTAL DE FLUXOS VEICULARES PARA A ESTIMAÇÃO DE MATRIZ O-D SINTÉTICA. (TESE)

Planejamento de transportes, fluxos de veículos e estimação de O-D (Origem e Destino).

 

Serviços

O Ministério

COGEP - COORDENAÇÃO-GERAL DE GESTÃO DE PESSOAS
Gestão de PessoasAposentadoria  |  Mapeamento de Competências  |  Pagamentos  |  Recadastramento

SPO - SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO
Fórum de desempenho do MT SGD - Sistema de Gestão de Documentos

SAAD - SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS / CGMO - COORDENAÇÃO-GERAL DE MODERNIZAÇÃO E ORGANIZAÇÃO (EXTINTO DNER)
Créditos/DébitosConsulte aqui

SECRETARIA DE FOMENTO PARA AÇÕES DE TRANSPORTES - SFAT
Incentivos FiscaisDebêntures de Infraestrutura  |  REIDI

PASSE LIVRE
Carteira do Passe LivreCadastro Passe Livre para Empresas Transportadoras  |  Pedido de 2ª Via de Credencial  |  Manual do Beneficiário  |  Requerimento - Formulário Modelo  |  Atestado da Equipe Multiprofissional  |  Consultar andamento do Processo do Passe Livre para Beneficiários

CORREGEDORIA
CorreiçãoMapa de Serviços  |  Atividades Correicionais 2014  |  Resultados Correicionais

Transporte Terrestre

DNIT - DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES
RodoviasCondição das Vias

ANTT - AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES
Transporte de PassageirosLinhas Interestaduais de Ônibus  |  Consulta a Motoristas de Ônibus  |  Ônibus Autorizados a Fretamento  |  Trens Regionais de Passageiros
Transporte Rodoviário de CargasRegistro Nacional dos Transportadores Rodoviários de Cargas - RNTRC  |  Transporte Rodoviário Internacional de Cargas

 
Ministério dos Transportes

Esplanada dos Ministérios, Bloco "R"
CEP: 70.044-902 - Brasília/DF
PABX (0XX61) 2029-7000
Segunda à sexta, das 8h às 18h.