Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
AVIAÇÃO REGIONAL

Aeroporto de Serra Talhada (PE) vai receber R$ 20 milhões para investimentos na infraestrutura

  • Publicado: Quarta, 28 de Junho de 2017, 17h43
  • Última atualização em Quarta, 27 de Dezembro de 2017, 17h36

Quintella esteve em Serra Talhada nesta 5ª para assinar o termo que autoriza o início das obras, com entrega prevista para 2018, que vão permitir a operação de voos regulares no terminal

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, assinou, nesta quinta-feira (29/6), às 10h, o termo de compromisso entre o Ministério e a Secretaria de Transportes de Pernambuco para a melhoria da infraestrutura do Aeroporto de Serra Talhada, no município de mesmo nome localizado no Sertão de Pernambuco. Estão previstos investimentos de R$ 20 milhões por parte do Governo Federal.

TC Aeroporto Serra Talhada Edsom LeiteO termo vai possibilitar a construção do terminal de passageiros, da seção de combate a incêndio, do pátio de aeronaves, das taxiways, além de obras complementares que permitirão o aeroporto operar voos regulares. Do total destinado para a obra, R$ 8 milhões já estão garantidos no orçamento deste ano. Os recursos serão liberados conforme o cumprimento de etapas previstas no plano de trabalho. Até o fim deste ano, os projetos executivos e a licitação devem ser concluídos pelo Estado, responsável pela administração do aeroporto. A previsão é que as obras sejam concluídas até o fim de 2018.

Para Quintella, o investimento no aeródromo de Serra Talhada vai melhorar a conexão de voos com a capital, Recife (distante 413 quilômetros) e Petrolina (351 quilômetros), cidades estratégicas do Estado. Além de beneficiar a região de Pajeú, importante pólo médico, educacional e de comércio pernambucano. A região tem mais de 800 mil habitantes.

“O Programa de Aviação Regional tem o objetivo de deixar cada brasileiro a 150 quilômetros de um aeroporto, que é um instrumento indutor da economia, educação e, além do transporte de pessoas, também possibilita o transporte de cargas e o desenvolvimento para toda a região”, afirmou o ministro.

Em 2016, o governo do Estado investiu R$ 6,2 milhões para a requalificação da pista, o que possibilitou o aeródromo a receber aeronaves tipo turboélice (modelo tipo ATR-2). Neste ano, a Secretaria Nacional de Aviação Civil do Ministério dos Transportes fez a doação do carro de combate a incêndio no valor de R$ 1,1 milhão.

 

Assessoria de Comunicação

Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil

registrado em:
Assunto(s): aviação-regional ,

Notícias Relacionadas


Fim do conteúdo da página