Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
BRICS

Acordo de cooperação fortalece parceria na Aviação

  • Publicado: Quinta, 26 de Julho de 2018, 13h45
  • Última atualização em Segunda, 17 de Setembro de 2018, 12h19

A iniciativa brasileira tem o objetivo de permitir a troca de experiências para promover o crescimento da aviação nos países que compõem o BRICS

Um acordo de cooperação foi assinado em Johanesburgo, na África do Sul, nesta quinta-feira (26/07), na 10ª Reunião dos Chefes de Estado dos países que fazem parte da Cúpula do BRICS: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. A proposta vai permitir o intercâmbio de boas práticas, troca de informações sobre marcos regulatórios e prospecção de mercados para aeronaves regionais. A reunião de chefes de estado acontece nos dias 25, 26 e 27 de julho.

“A aviação possui alto potencial de crescimento e pode ser uma estratégia para interligar cada um desses países que possuem desafios comuns como: o desenvolvimento da aviação regional, investimentos em infraestrutura aeroportuária, sustentabilidade ambiental, dentre outras ações importantes”, destacou o ministro dos Transportes, Portos e Aviação, Valter Casimiro, durante a reunião da Cúpula do BRICS.

O documento proposto pelo Brasil visa discutir e promover o aperfeiçoamento das políticas públicas e melhores práticas para a conectividade regional; Aeroportos Regionais; Gestão da Infraestrutura Aeroportuária e dos Serviços de Navegação Aérea; Cooperação Técnica entre Agências Reguladoras; Inovação; Sustentabilidade ambiental, inclusive deliberações sobre iniciativas globais; Qualificação e treinamento; dentre outros assuntos de interesse comum.

BRICS
O BRICS é o agrupamento das principais economias emergentes do mundo. A reunião da Cúpula, que une os líderes governamentais do Brasil, Rússia, Índia, China e África, acontece desde 2009 e tem o objetivo de aprofundar, ampliar e intensificar as relações dentro do grupo para construir relações que possam beneficiar o desenvolvimento econômico de cada país.

registrado em:
Assunto(s): BRICS
Fim do conteúdo da página