Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
NOVA IORQUE

Ministro busca mais parcerias com iniciativa privada em encontros nos Estados Unidos

  • Publicado: Sexta, 09 de Março de 2018, 14h14
  • Última atualização em Segunda, 02 de Abril de 2018, 12h21

AGENDA NOVAYORK 1

Em agenda oficial em Nova York, o ministro dos Transportes, Portos e Aviação, Maurício Quintella, tem mantido uma série de encontros com agentes financeiros, investidores e analistas norte-americanos com um objetivo principal: apresentar oportunidades de investimentos no Brasil para atrair parcerias da iniciativa privada para ampliar as ações de desenvolvimento da infraestrutura de transportes brasileira.

Nesta quinta-feira (8/3), o ministro aproveitou sua participação no painel “Oportunidades de Investimentos em Transporte e Logística”, no seminário “Invest in Brazil”, para reforçar a importância das parcerias com o setor privado. “O país vive um novo ciclo de desenvolvimento que envolve a expansão ferroviária e hidroviária, por isso, é muito importante a parceria do setor privado neste momento. Precisamos garantir que o escoamento da produção seja mais barato e que o país seja ainda mais competitivo”, analisou o ministro.

O seminário também debateu o estado atual da matriz logística do Brasil. Para o ministro, ela ainda precisa ser atualizada. “Transportamos praticamente 75% dos bens por via rodoviária; não podemos esquecer as ferrovias e hidrovias. Um país gigantesco como o Brasil precisa diversificar os transportes, investindo numa matriz logística capaz de suprir a demanda cada vez mais elevada e diversificada. Somos um dos celeiros do mundo, na produção de alimentos e grãos, precisamos fortalecer este nosso papel”.

A comitiva brasileira em Nova York também conta com os ministros da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, da Fazenda, Henrique Meirelles, do Planejamento, Dyogo Oliveira, e de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho.

Assessoria de Comunicação
Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil

registrado em:
Fim do conteúdo da página