Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
PORTOS

ANTAQ realiza cerimônia para entrega de prêmio

  • Publicado: Sexta, 10 de Novembro de 2017, 16h10
  • Última atualização em Sexta, 24 de Novembro de 2017, 14h58

Agência destaca a relevância da qualidade da gestão ambiental dos portos

10112017 foto antaq

Aconteceu na última quinta-feira (9), na sede da Agência Nacional de Transportes Aquaviários, a cerimônia de entrega do Prêmio ANTAQ 2017. Realizado a cada dois anos, o prêmio visa iniciativas inovadoras em sustentabilidade aquaviária no setor portuário brasileiro.

Na edição deste ano, o Porto de Paranaguá (PR) carimbou o primeiro lugar na categoria Desempenho Ambiental, na modalidade Maior IDA (Índice de Desempenho Ambiental). Em segundo lugar, o Porto de Itajaí (SC), e na terceira posição, o Porto de São Sebastião (SP).

Na categoria Desempenho Ambiental, na modalidade Maior Evolução Anual do IDA, o Porto de Santos (SP) foi o campeão. Em segundo, o Porto de Santarém (PA), e na terceira posição o Porto de Maceió (AL).

Para o diretor-geral da ANTAQ, Adalberto Tokarski, “o prêmio é o reconhecimento de trabalhos de excelência realizados nos setores portuário e de navegação”. Segundo ele, a questão da sustentabilidade é primordial para a agência, que valoriza os que contribuem para uma logística eficiente e, acima de tudo, que vai ao encontro do meio ambiente.

Tokarski lembrou que a ANTAQ, com a premiação, incentiva a inovação. Disse que a agência trabalha cada vez mais para um marco regulatório claro e transparente, para a redução da burocracia, com o objetivo de atrair investimentos para o setor.

O diretor Mário Povia disse que o prêmio é a materialização de projetos idealizados há anos no âmbito do planejamento estratégico. “A ANTAQ, valendo-se de seu protagonismo setorial, prestigia iniciativas inovadoras, eficientes e criativas, bem como estimula a produção de artigos do setor aquaviário”, destacou.

De acordo com ele, a agência volta a destacar a relevância, por meio do IDA, da qualidade da gestão ambiental dos portos organizados, reconhecendo o trabalho daqueles que buscam atuar na melhoria constante de uma matéria tão fundamental para a sociedade brasileira.

Para análise e julgamento dos trabalhos inscritos nas categorias Artigo Técnico e Científico (46 trabalhos) e Iniciativas Inovadoras (44 trabalhos), a Agência contou com a colaboração de autoridades renomadas do setor público e privado, conferindo qualidade e credibilidade ao certame. A próxima edição do Prêmio ANTAQ será em 2019.

Veja aqui a lista dos vencedores:

Maior Índice de Desempenho Ambiental 2017, categoria Desempenho Ambiental
1º lugar – Porto de Paranaguá
2º lugar – Porto de Itajaí
3º lugar – Porto de São Sebastião

Maior evolução anual do IDA, categoria Desempenho Ambiental
1º lugar – Porto de Santos
2º lugar – Porto de Santarém
3º lugar – Porto de Maceió

Qualidade de Atendimento ao Usuário
1º lugar – Empresa A. Amaral de Paiva Navegação ME
2º lugar – Monteiro e Monte LTDA
3º lugar – R.R Amaral de Paiva Navegação ME

Iniciativas Inovadoras
1º lugar – Argonáutica Engenharia e Pesquisas LTDA e Praticagem do Estado de São Paulo (Contribuições do C3OT-Redraft para a Segurança e Eficiência Operacional do Porto de Santos)
2º lugar – Pronave Agentes de Comércio Exterior LTDA (Tecnologias Sustentáveis para Descarga de Granéis Sólidos)
3º lugar – Triunfo Logística LTDA (Eletroímã nas Operações de Movimentação de Ferro Gusa)

Artigo Técnico e Científico
1º lugar – Lílian dos Santos Fontes Pereira Bracarense, Joaquim José Guilherme de Aragão e José Matsuo Shimoishi (Modelo de consolidação comercial e análise de sustentabilidade fiscal aplicados a projetos hidroviários)
2º lugar – Maria da Graça Zepka Baumgarten, Vivian Freitas Aguiar e Lucas Almeida (Porto do Rio Grande (Estuário da Lagoa dos Patos – RS): identificação e caracterização dos locais de lançamento de efluentes líquidos nas margens).
3º lugar – Gustavo Pacheco Tomas e Tobias Bernward Bleninger (Avaliação Hidromorfológica do uso de espigões em hidrovias – Estudo de Caso: Passo do Jacaré.

FONTE: Assessoria de Comunicação ANTAQ
Assessoria de Comunicação
Ministério dos Transportes, Portos e Aviação

registrado em:

Notícias Relacionadas


Fim do conteúdo da página